Bourgogne Pinot Noir 2021 – Domaine Anne Gros

R$590.00

Anne Gros nos presenteia com um Borgonha de entrada magnifico, que entrega muito pelo valor. Um Pinot Noir cheio de fruta, em plena conformidade com o imaginário do apreciador da Borgonha. Seus aromas ricos e frescos é a essência do seu terroir, as várias camadas de frutas vermelhas se sobressaem, a um leve toque terroso, os sabores cadenciados e quase delicados, leves, exalam uma mineralidade sutil, é delicioso, limpo e concentrado, ainda bastante jovem.

Simulação de frete

Categoria:

Domaine Anne Gros – Vosne-Romanée

Descrita por Clive Coates, MW, como “Silenciosamente confiante”, com um “toque seguro e perfeccionista”, a vigneronne Anne Gros é excepcionalmente talentosa em sua capacidade de aproveitar uma rica história de tradição familiar, ao mesmo tempo em que abre um caminho singularmente individual no mundo do vinho.

O Domaine Anne Gros é sem dúvida alguma um dos grandes nomes da Bourgogne, e um endereço incontornável em Vosne-Romanée. Conduzido desde 1988 por Anne, que herdou as vinhas de seu pai François Gros, cuja família está presentes na Borgonha desde 1830, hoje em sua 6ª e 7ª geração.

Extremamente meticulosa na vinificação Anne Gros, pode ser considerada uma das grandes damas do meio vinícola bourguignon.

Sutil, harmonioso, flexível – a Borgonha do Domaine Anne Gros está intimamente ligada ao caráter elegante e equilibrado dos vinhos de Vosne-Romanée.

Do seu pai François, Anne Gros herdou três hectares de vinhas premiadas em torno da comuna de Vosne-Romanée, e quando assumiu o negócio expandiu as explorações para os 6,5 hectares que existem hoje. A última parcela de vinhas foi adicionada ao Domaine Anne Gros em 2007, anunciando o retorno do Grand Cru Echezeaux lieu-dit Les Loächausses, que embora herdado pelo pai de Anne, foi arrendado nos últimos 25 anos a familiares no Domaine Gros Frère. e Soeur

Embora cada Cru reflita fielmente seu terroir, é o terroir traduzido pelo toque especializado de Anne Gros, oferecendo aromas mais ricos, curvas mais arredondadas e taninos mais sedosos. A combinação é irresistível, tanto que a produção é extremamente limitada, seus exemplares são sempre adquiridos por colecionadores globais cada vez mais rápido a cada safra.

Anne Gros é simplesmente uma das principais vigneronnes da Borgonha na atualidade, o que explica por que seus vinhos inspiraram seguidores tão cultuados. É importante para nós da GOVIN que Anne Gros personifique o tipo de enóloga com quem sempre procuramos trabalhar: uma artesã com uma visão clara do seu terroir e talentos, e a graça de ser humilde apesar do peso da tradição e história familiar da Borgonha.

Anne Gros cuida dos seus vinhedos de forma sustentável, aderindo tanto quanto possível às práticas orgânicas, dependendo das condições do ano de cultivo.

As uvas são sempre colhidas manualmente. A fermentação com leveduras indígenas em tanques de aço inoxidável para seus brancos e tintos.

Nos últimos anos, Anne Gros tem reduzido o uso de barris novos de carvalho. A partir da safra de 2017, a propriedade usa um terço de barris novos, um terço de barris de um ano e um terço de barris de dois anos, para todos os tintos.

Descrição

O Bourgogne Pinot Noir do Domaine Anne Gros é proveniente de 4 parcelas incríveis da Côte de Nuits, e levar o nome de uma região inteira é uma honra e uma promessa. É tudo o que está no imaginário dos apreciadores de grandes Borgonhas.

As vinhas com uma superfície total de 0 ha 87 têm uma idade média de 50 anos e proporcionam uma tensão e estrutura que estão sempre presentes.

É uma mistura destes 4 lotes: Les Champs d’Argent, Les Glapigny, Les Pasquiers (2 áreas de lote), parcelas todas localizadas na planície, separadas da encosta pela RN 74, entre Nuits Saint Georges e Flagey-Echezeaux. Os solos são “pesados”, argilosos, mais ricos e húmidos e as pedras são bastante raras…

A argila dará força aos vinhos e permitirá que as vinhas sofram menos com a seca.

O Borgonha Pinot Noir do Domaine Anne Gros, enche o paladar com notas de frutas vermelhas levemente picantes, seus taninos levemente firmes na juventude e sua extensão no palato nos impressionam.

Envelhecimento em barricas (30% novas) por 12 meses, confere-lhe o peso e a flexibilidade necessários para suavizar os taninos.

É consumido em média entre 2 e 10 anos. Acompanha bem todas as carnes assadas ou em molhos de vinho.