Clos de Vougeot Grand Cru Le Grand Maupertui 2021 – Domaine Anne Gros

R$4,290.00

O maravilhoso Clos de Vougeot “Le Grand Maupertui” produzido pela magnifica Anne Gros, é um Grand Cru que sai da taça dotado de intensidade e presença de fruta no nariz, apresentando vigorosos aromas de framboesa e morango, excelente mineralidade e notas de flor de laranjeira vão se desenvolvendo. O paladar bem equilibrado, de bom corpo, amplo, pegada fina, substância e tensão impressionantes no final, um vinho carnudo, trazendo taninos elegantes. Um excelente e raro Clos de Vougeot.

Simulação de frete

Categoria:

Domaine Anne Gros – Vosne-Romanée

Descrita por Clive Coates, MW, como “Silenciosamente confiante”, com um “toque seguro e perfeccionista”, a vigneronne Anne Gros é excepcionalmente talentosa em sua capacidade de aproveitar uma rica história de tradição familiar, ao mesmo tempo em que abre um caminho singularmente individual no mundo do vinho.

O Domaine Anne Gros é sem dúvida alguma um dos grandes nomes da Bourgogne, e um endereço incontornável em Vosne-Romanée. Conduzido desde 1988 por Anne, que herdou as vinhas de seu pai François Gros, cuja família está presentes na Borgonha desde 1830, hoje em sua 6ª e 7ª geração.

Extremamente meticulosa na vinificação Anne Gros, pode ser considerada uma das grandes damas do meio vinícola bourguignon.

Sutil, harmonioso, flexível – a Borgonha do Domaine Anne Gros está intimamente ligada ao caráter elegante e equilibrado dos vinhos de Vosne-Romanée.

Do seu pai François, Anne Gros herdou três hectares de vinhas premiadas em torno da comuna de Vosne-Romanée, e quando assumiu o negócio expandiu as explorações para os 6,5 hectares que existem hoje. A última parcela de vinhas foi adicionada ao Domaine Anne Gros em 2007, anunciando o retorno do Grand Cru Echezeaux lieu-dit Les Loächausses, que embora herdado pelo pai de Anne, foi arrendado nos últimos 25 anos a familiares no Domaine Gros Frère. e Soeur

Embora cada Cru reflita fielmente seu terroir, é o terroir traduzido pelo toque especializado de Anne Gros, oferecendo aromas mais ricos, curvas mais arredondadas e taninos mais sedosos. A combinação é irresistível, tanto que a produção é extremamente limitada, seus exemplares são sempre adquiridos por colecionadores globais cada vez mais rápido a cada safra.

Anne Gros é simplesmente uma das principais vigneronnes da Borgonha na atualidade, o que explica por que seus vinhos inspiraram seguidores tão cultuados. É importante para nós da GOVIN que Anne Gros personifique o tipo de enóloga com quem sempre procuramos trabalhar: uma artesã com uma visão clara do seu terroir e talentos, e a graça de ser humilde apesar do peso da tradição e história familiar da Borgonha.

Anne Gros cuida dos seus vinhedos de forma sustentável, aderindo tanto quanto possível às práticas orgânicas, dependendo das condições do ano de cultivo.

As uvas são sempre colhidas manualmente. A fermentação com leveduras indígenas em tanques de aço inoxidável para seus brancos e tintos.

Nos últimos anos, Anne Gros tem reduzido o uso de barris novos de carvalho. A partir da safra de 2017, a propriedade usa um terço de barris novos, um terço de barris de um ano e um terço de barris de dois anos, para todos os tintos.

Descrição

O Clos de Vougeot do Domaine Anne Gros, é cultivado em solos argilosos da parcela Le Grand Maupertuis em uma área de 0,93ha., as vinhas extremamente velhas que datam de 1904.

Estas vinhas velhas dão frutos de grande concentração que suportam maior punção durante a extração, revelando uma profundidade de fruta vermelha e preta, perfumada com alcaçuz, erva-doce e um complexo conjunto de notas minerais e salgadas. A textura é densa e flexível, mas não pesada, pois é equilibrada por um belo frescor e aderência tânica.

Este vinho caracteriza-se pela sua impressionante plenitude. A sua potência, por vezes um pouco austera e monolítica, é temperada por taninos maduros. O seu peso percorre a língua com muita harmonia e plenitude, até uma certa elegância por baixo do seu carácter românico.

De cor púrpura aveludada, é o arquétipo do belo Pinot Noir. Aromas pronunciados de fruta preta (cereja madura, ameixa e corrente preta) e também de especiarias (pimenta, cravo, noz-moscada).

À medida que envelhece, desenvolve-se um elemento cristalizado, além de aromas secundários complexos associados a nuances de carne.

As possibilidades de harmonização tendem a inclinar-se para pratos mais ricos: carne vermelha assada com frutos silvestres ou frutas, carne vermelha com molho, caça com geleia de groselha, queijos suaves ou nada.

Este vinho apresenta excelente potencial de envelhecimento. No entanto, de acordo com as nossas crenças sobre os grandes vinhos, muitas vezes é possível beber o vinho ainda jovem, quando o tanino e a estrutura estão em primeiro plano, qualidades essenciais para o equilíbrio de um grande vinho.

Envelhecimento em barricas (40% carvalho novo)