Puligny-Montrachet 1er Cru Les Folatières 2020 – Domaine Jean Louis Chavy

R$1,690.00

O 1er cru é o que melhor caracteriza a aldeia de Puligny Montrachet. Bela complexidade com aromas de fruta fresca e madura com um paladar generoso, rico, mas com incrível finesse. Finamente equilibrado s e muito concentrado, este Borgonha apresenta uma pureza notável da Chardonnay, é um Premier Cru a mostrar a sua tipicidade e terroir.

Simulação de frete

Domaine Jean-Louis Chavy

Na entrada da prestigiosa vila de Puligny-Montrachet, ao sul de Beaune, entre Meursault e Chassagne-Montrachet, fica o Domaine Jean-Louis Chavy. Com denominações tão prestigiosas como Puligny 1er Cru Folatières, Perrières, Clavaillons ou Champs Gain, Jean-Louis Chavy oferece uma gama de excelentes vinhos brancos da Borgonha. Vinhos feitos com respeito pela tradição borgonhesa, mas com um toque de modernidade que garante vinhos puros e profundos com belas tensões.
Puligny-Montrachet beneficia dos terroirs mais favoráveis para a produção de vinhos brancos, com excepcional complexidade aromática e grande delicadeza.
Jean-Louis Chavy é um dos filhos de Gerard Chavy e agora dirige seu próprio Domaine. Seu irmão Alain administra o Domaine Gerard Chavy por conta própria.
Jean-Louis e Alain dividiram os vinhedos da família entre eles, compartilhando algumas das melhores parcelas tanto em Puligny, quanto em Meursault. Jean-Louis controla a parcela Premier Cru Perrieres, enquanto Alain mantém a parcela Pucelles.
A adega foi concluída em 2004 e o estilo de vinificação e envelhecimento é tradicional. É cedo para falar de um estilo de casa para Jean-Louis, mas os seus vinhos são até agora apresentam-se muito elegantes e sem qualquer influência perceptível do carvalho. Nos dias atuais Jean Louis conta com a ajuda do seu filho Paul.

Descrição

Puligny-Montrachet se caracterizado por aromas e sabores de maçã verde e limão, tendem a ser mais tensos e firmes no paladar em comparação com os vinhos das aldeias vizinhas. O envelhecimento em uma pequena porcentagem de barricas novas de carvalho francês confere toques de torrada e baunilha. São brancos estruturados com elevada acidez e aderência, Puligny-Montrachet está destinado a um longo envelhecimento.

Les Folatieres de Jean-Louis provém de 0,51 ha de vinhas em duas parcelas separadas plantadas em 1993 e 1965, uma na parte mais íngreme e pedregosa perto de Blagny, que contribui com excelente acidez e estrutura, a outra parte é mais baixa, onde o solo é mais rico, e esta parte confere maior riqueza e profundidade ao vinho.

Esfumaçado, crocante e com um peso adorável no paladar. Na boca, notas precisas e finas de laranja. A combinação certa de carvalho sutil, fruta madura e acidez persistente. Envelhecerá sem esforço, mas é surpreendentemente fácil de beber hoje.

O Puligny-Montrachet les Folatières 1er Cru 2020 tem um buquê expressivo com maçã verde, calcário húmido e leves aromas de kiwi. Este é bem focado e tem mais energia do que o Pucelles. Na boca é bem equilibrado com uma fina gota de acidez, bastante equilibrada e harmoniosa para um final que necessita de mais mineralidade, é compensado com mais entusiasmo e tensão.

Este branco da Borgonha, com a sua textura rica e sabores tostados, combina bem com peixes brancos e mariscos e a sua acidez presente pode contrabalançar os molhos à base de natas. Chardonnay envelhecido em carvalho se adapta bem a peixes grelhados, amidos, manteiga e nozes torradas.